Graduação 2020-08-25T19:10:58-03:00

Na graduação

Educação e Novas Tecnologias

(Disciplina oferecida para os cursos de Pedagogia e Licenciaturas: 2013/1, 2014/2, 2015/1)

Corpo Docente: Aline Veríssimo Monteiro e Adriana Fresquet

Ementa

Bases teórico-metodológicas para a análise e uso de mídias digitais. Cultura contemporânea e impacto do digital: tempo como aceleração, conhecimento como simulação, comunicação como interação. Modernidade: projeto escolar. Projeto iluminista, cientificista, positivista, civilizatório. Nascimento da escola e do sentimento da infância. O desaparecimento da infância. Experiências e possibilidades com tecnologias. Cinema, fotografia, stop motion na escola.

Principais Referência Bibliográficas

BELLONI, M.L. (Org.). A formação na sociedade do espetáculo. São Paulo: Loyola, 2002.
BONILLA, M. H. S e PRETTO, N. Inclusão digital. Polémica completa. Salvador: Edufba, 2011.
DUARTE, R. Cinema & educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.
FANTIN, M., RIVOLTELLA, P. C. Cultura digital e escola. Pesquisa e formação de professores. São Paulo: Papirus, 2013.
FISCHER, R. M.B.: Mídia, máquinas de imagens e práticas pedagógicas. Revista Brasileira de Educação, v. 35, 2007.
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 2001.
FRESQUET, A. Cinema e Educação: reflexões e experiências com professores de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.
FRESQUET, A. et al. Proposta do Grupo de Trabalho Cinema Escola sobre Formação Docente. In: D’ANGELO, Fernanda Hallak e D’ANGELO, Raquel Hallak. CINEOP: 11ª Mostra de Cinema de Ouro Preto – Cinema Patrimônio. 1ª edição. Belo Horizonte: Universo Produção, 2016, pp. 179-189.
GABRIEL, C. T. Currículo e cinema na educação básica. Reflexões sobre uma articulação discursiva possível. In: FRESQUET, A. (org.) Currículo de cinema para escolas de Educação Básica. Accessível em: www.cinead.org/files/currículo_cinema.pdf 2013; p. 18-26.
PRETTO, Nelson De Luca. Reflexões: ativismo, redes sociais e educação. 1. ed. Salvador/Bahia: Edufba, 2013. 280p .
SIBILIA, Paula. “Redes ou Paredes – A Escola em Tempos de Dispersão”. Rio de Janeiro: Ed. Contraponto, 2012.
SODRÉ, M. Reinventando a educação. Diversidade, descolonização e redes. Petró-polis: Vozes, 2012.
TEIXEIRA, Anísio. Educação não é privilégio. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1957.